Search
  • Isabel Arruda

É disso que eu quero viver


É disso que quero viver.


Quero viver de sorrisos largos.

De cerveja gelada e abraços quentes.

De pé no chão. E descalço. E na areia.


Quero viver de encontros e desencontros.

De encantamento e poesia.

De medos como sinal de alerta. E amor como sinal de paz.


Quero viver de pessoas e para pessoas.

De perder o ar ao contemplar uma linda paisagem.

De soltar o ar quando precisar de uma dose extra de leveza.


Quero viver para ser exemplo e ser aprendiz.

Para notar o pequeno e me engrandecer diante da minha pequenez.

Para sentir aquilo que minha mente diz não compreender.


Quero viver da escrita e do presente.

De coração cheio para transbordar.

E de coração vazio para preencher.


Quero viver a dor do crescimento.

O desconforto da evolução.

E o choro do renascimento.


Quero viver falhas e erros.

Tentativas e acertos.

Mudança de plano e de rota.


Quero viver de pequenos milagres.

De tomar banho de cachoeira e também de chuva.

De comer comida sabor infância.

De dar colo e também receber, quando preciso.


Quero viver da empatia e do silêncio.

Do essencialismo e da simplicidade.

Da riqueza de me sentir viva e saudável.


Quero viver com um dose extra de coragem.

E sem doses de apatia ou anestesia.

E com uma pitada de compaixão.


É disso que quero viver.

1 view0 comments

Recent Posts

See All