Search
  • Isabel Arruda

A tal da coragem

"Você é muito corajosa"! É o que mais tenho ouvido, desde que tornamos público o plano de mudança para o Canadá. Como temos coragem para deixar para trás uma vida estruturada, bons empregos, em busca do incerto e desconhecido?! Coragem de deixar uma carreira em ascensão?! Coragem para mudar o mindset e começar do zero?!Coragem! E essa palavra continua ecoando na minha cabeça.


Nunca me achei uma pessoa corajosa. Eu fui aquela menina medrosa desde criança. Aquela que se escondia na barra da saia da mãe ou na asa do pai. Aquela que não teve coragem de dar o primeiro beijo naquela paixão de infância, que não teve coragem de fazer a faculdade de cinema ou aquele teste para ser repórter. Eu sou a menina que não queria desapontar os outros. E agora, de alguma forma, sou exemplo de inspiração e coragem. Como isso é possível?


O medo do desconhecido aliado à minha enorme timidez era um prato cheio para varrer a coragem para debaixo do tapete. Mas o que mudou? Como e quando isso aconteceu? Em algum momento entendi que o que vinha depois da coragem era mais precioso, que valia a pena correr alguns riscos em nome de uma enorme satisfação ou realização. E decidi que não viveria mais a base do “e se”.


É preciso coragem! Sempre tive medo de julgamento alheio, preocupada com o que os outros podiam pensar. Escrever e publicar esse blog foi um ato de extrema coragem. Coragem de expor meus sentimentos, aqueles guardados lá no fundo, aqueles que ninguém tinha acesso, e agora aqui escancarados. Tive medo que ninguém fosse ler, de não saber escrever ou de simplesmente não ser interessante. Exposição e julgamento. Mas resolvi não dar ouvidos a esses monstrinhos e publiquei mesmo assim. E o retorno está sendo muito melhor do que poderia imaginar.


" Eu aprendi que a coragem não é a ausência do medo, mas o trinfo sobre ele. O homem corajoso não é aquele que não sente medo, mas aquele que conquista por cima do medo" disse Nelson Mandela e aplaudo de pé. Comecei a dar prioridade e valorizar as conquistas que vem acompanhadas da coragem e decidi que não seria mais paralisada pelo medo. Que não o deixaria me segurar pelas pernas e me prender na cela da zona de conforto. O valor das experiências vividas é algo muito mais interessante, que não podemos deixar escapar.


O que quero dizer aqui é: é preciso coragem se quisermos levar uma vida mais nossa e menos dos outros. Coragem de chegarmos cada vez mais perto do que acreditamos. A coragem traz riso e colorido. Traz orgulho e gratidão. Traz crescimento e aprendizado. Traz empoderamento e um enorme carinho na auto estima.


Coragem é atitude e não intenção. Portanto, se você não está com coragem para mudar o mundo hoje, tudo bem. Se ainda não se sente confortável, eu te entendo perfeitamente. Dê o primeiro passo, a coragem está nas pequenas coisas. E a cada conquista, a cada pequena vitória você estará mais fortalecido e preparado para tomar aquela grande e importante decisão. Coragem para mudar de carreira, de país, de emprego, para pedir a namorada em casamento, ter um filho ou simplesmente levantar da cama nos dias mais sombrios. Tenha coragem! A única pessoa que precisa te incentivar é você mesma. Acredite nos teus instintos e siga em frente. Não peça permissão a ninguém, simplesmente a tenha!

5 views0 comments

Recent Posts

See All