Search
  • Isabel Arruda

Escuta o sue coração




Vi essa postagem rolando e queria escrever sobre isso. Primeiro, eu vi a postagem de cima apenas, em que fala sobre a falta de disciplina. E me incomodou.

Depois vi esse adendo, no perfil da @camilacmirandaa e adorei e senti que gostaria de trazer a minha visão.

Se você está se sentindo pressionado, cobrado ou qualquer outro sentimento de sobrecarga para ter que fazer isso ou aquilo (teoricamente estão todos fazendo), queria te pedir para parar um pouco e respirar fundo.

Ouve o seu coração. Escuta o que o seu corpo está pedindo. Percebe quais os pensamentos que estão vindo. Entende quais as suas intenções por trás de fazer isso ou aquilo.

O que, de fato, é mais importante para você nesse momento?

Estamos passando por um mesmo trauma, uma mesma experiência, porém de maneiras diferentes.

Alguns poderão aprender uma nova habilidade, outros não.

Alguns poderão desenvolver seus side hustle, outros não.

Alguns tem mais tempo, outros menos.

Alguns serão mais disciplinados e outros não.

Alguns estão matando um leão por dia para conseguir dar conta de tudo.

Alguns tem o dia inteirinho para si.

Nem todos estão nesse espaço mental/emocional de desenvolver coisas novas.

Eu sou uma pessoa extremamente disciplinada. É uma habilidade que uso MUITO na minha vida e no meu trabalho. Porém, acredito que rotular alguém de indisciplinado nesse momento, é no mínimo leviano.

Não sabemos a realidade do outro.

Eu só sei da minha e você só sabe da sua. Sejamos mais empáticos e respeitosos.

Estamos todos fazendo nosso melhor, assim eu acredito.

A autocompaixão e ser gentil consigo neste momento é fundamental. Não ser muito crítico ou se cobrar demais.

Desenvolver essa atitude ajuda a diminuir a pressão e o stress, ajuda a não fazer generalizações negativas e a enxergar problemas e falhas como parte natural da vida.

Porém, cuidado.

Existe uma linha bem tênue entre autocompaixão e autosabotagem. Ser gentil consigo e entender seu momento é essencial, porém a permanência em um estado “passivo” é perigoso.

Quando a compaixão vira sabotagem, é momento de agir.

Escuta o sue coração e sente o que você precisa.

Esse é o meu recado para você!

Seguimos juntos!

4 views0 comments

Recent Posts

See All