Search
  • Isabel Arruda

No caminho, escrevo


A mim não interessa escrever sobre romance ou conto de fadas.

Ficção e histórias de amor.

Deixo isso para assistir no Netflix.


Eu gosto mesmo é da vida real.

Daquelas com tropeço, pé na bunda e unha encravada.

Com alguma sofrencia, amor não correspondido e choradinha no banheiro.


O que me encanta não é família de comercial de margarina, a bunda sem celulite ou a atriz que não envelhece.


A mim não interessa personagens sedutores. Papéis desempenhados.

Deixo isso na minha vida passada de produtora de entretenimento.

Muitos anos convivendo entre o real e imaginário e assistindo a vida imitando a arte e também a arte imitando a vida.


A mim não interessa o artificial.

A aparência. A superficialidade.


Sabe aquele museu de cera, o Madame Tusseau?! Lembro que paguei muitas libras e enfrentei uma fila gigante para me acotovelar com pessoas de todos os cantos do mundo para tirar fotos com réplicas de artistas.

Hoje já não me parece tão interessante.


Interessante mesmo é a vida acontecendo a todo instante. Com toda sua beleza e imperfeição. Tal como ela é. Profunda e complexa.


A mim interessa escrever sobre o que vivo. E sinto. E vejo.

E aprendo. E desaprendo. E reaprendo.


Esse amontoado de palavras aqui é apenas uma representação do que se passa no meu coração.

Ele é o verdadeiro autor desses textos.


A mim interessa a vida vivida.

Não imaginada e nem maquiada.


Mal sei passar uma base, imagina tentar aplicar um corretivo nos meus dias?!

Ou passar uma sombra naquele problema?

Ou tentar cobrir o choro com blush?

Seria desastre total.


Sigo, então, fazendo a única coisa que sei.

Vivendo.

E no caminho, escrevo. 🌷

0 views0 comments

Recent Posts

See All