top of page
Search
  • Writer's pictureIsabel Arruda

Sobre o viver


Você está exatamente aonde deveria estar.

Hoje. Aqui. Agora.


Esse é o momento de se olhar no espelho e se enxergar.

Olhe através de você e vá descascando as camadas.

Primeiro tire a sua casca, sua armadura.

Vá se despindo.

Abra seu peito.

Reconheça aonde você está na sua jornada.

Se Aceite.

Mesmo com a dor. Mesmo com a sombra. Mesmo com a confusão.


Não, esse não é o momento de questionar o passado.

De se perguntar o que teria acontecido se tivesse feito diferente…

E sim de olhar para o hoje.

Se fortalecer internamente.

Se conectar de uma forma profunda.

Vivendo um dia de cada vez. Da melhor maneira possível.

Com vida.


“A morte não é a maior perda da vida. A maior perda da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos,”, linda citação de Picasso.


O quanto essa pandemia tem apagado a nossa luz?

O quanto nosso medo tem tirado a nossa vida?

O quanto a angústia e preocupação tem roubado o contentamento?


De uma forma sorrateira, essa doença tem roubado de alguns a esperança.

Como disse Jorge Trevisol, não podemos deixar esse vírus roubar a vida de dentro de nós.


É utópico achar que podemos combater o medo com amor?!

Que podemos achar gratidão em meio ao caos?


Pois eu prefiro viver a utopia da leveza, do que a dureza do pesar.

Empresto meus óculos, para quem quiser enxergar por essas lentes.


Monja Coen disse que entrar pra dentro - voltar para o nosso interior - pode salvar a humanidade.

Eu te convido hoje a abrir essa porta e entrar. Para dentro.

Honre a sua existência.

Honre a sua vida hoje.

Por você. Pela sua familia. Pelo outro. Pelo mundo.


O que você pode fazer para honrar a sua vida, hoje?!

8 views0 comments

Recent Posts

See All

Comments


bottom of page