Search
  • Isabel Arruda

Um dia comum


Uma dia comum.

Crianças na escola.

Tenho o dia inteirinho pra mim.

Vejo a agenda, organizo o trabalho, ajusto os horários.

Acendo a vela sabor melancia, tomo o Nespresso.Hoje o dia promete, digo pra mim, me me achando invencível.


Começo o dia escrevendo as crônicas que faltam para completar o ... ah, deixa pra lá (alô spoiler).


Batem na porta. É o manager do prédio avisando que o moço vai vir aqui mais tarde, investigar o motivo da minha varanda ter sido invadida por cocô de pássaros ultimamente.

Digo que sim, claro.

Prioridade total.


Volto ao computador. Digito algumas palavras soltas.


Telefone toca. É o marido.

Tava entediado no trabalho. E puto também.

Fala da câmera que deu defeito, da gravação que atrasou, do ator que não chegou, bla… blá…

“o que você acha?”, ele me pergunta.

“Aham, o da esquerda”, eu respondo.


Respiro fundo e tento voltar ao raciocínio.

“A vida do imigrante é…. “


Toca o interfone.

O entregador da Amazon veio deixar o pacote de fralda.

Ufa, já estava quase acabando.

Imagina, faltar fralda justamente quando vier aquele cocô enorme.

Seu Murphy adora essas pegadinhas. Seria tragédia anunciada.


Já ficando levemente irritada, olho no relógio. Preciso correr atrás do tempo perdido, penso.

“é se jogar no desconhecido….. é começar do zero…. é ter coragem” Odiei. Tudo clichê.

Apaga e começa de novo.


Sinto um desconforto. Esqueci de fazer xixi.

Ah e também está na hora do almoço. Vou comer rapidinho e a tarde vai bombar.

Vejo na pia um pote. Tinha esquecido que o feijão já está de molho há 2 dias. Prometi que faria hoje.


Enquanto corto a cebola, a linguiça e espremo o alho, escuto um podcast.

Almoço rapidinho.

De volta a cadeira e a página em branco me paquerando.


Vou deixar a crônica pra depois.

Agora preciso fazer Stories. Programa novo pra lançar hoje.


Escolho o filtro, me posiciono. Ligo a câmera.

Píiii, a panela de pressão apita, anunciando que é bom mudar os planos. Quase escuto uma gargalhada do além.


Faço 2 stories, escrevo 5 palavras.

Olho no relógio. Hora de buscar crianças na escola.


Mais um dia suave de Home office. Achei bem bom. Super produtivo.

E como é o seu?

4 views0 comments

Recent Posts

See All